quarta-feira, 31 de agosto de 2011

INSCRIÇÃO PARA CURSOS TÉCNICOS DO IFPB 2012‏ - Processo Seletivo para os Cursos Técnicos começa segunda-feira (05)

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) abre inscrições para o Processo Seletivo 2012, primeiro e segundo semestres, para os Cursos Técnicos Subsequentes ao Ensino Médio e para os Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio da Instituição.

Estão sendo ofertadas 2.534 vagas, sendo 1.206 para o técnico integrado e 1.328 para o técnico subsequente,  distribuídas entre os Campi Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Guarabira, João Pessoa, Monteiro, Patos, Picuí, Princesa Isabel e Sousa. O período de inscrição vai de 05 de setembro a 21 de outubro. Consulte o edital e confira os cursos ofertados e seus respectivos campi e outras informações. As provas serão realizadas no dia 4 de dezembro de 2011 das 8h às 12h. 

Para concorrer a uma das vagas dos Cursos Técnicos Integrados o candidato deve ter concluído ou estar concluindo o 9º do Ensino Fundamental e para os Cursos Técnicos Subsequentes ao Ensino Médio o interessado deve ter concluído ou estar concluindo o Ensino Médio ou Equivalente. 

As inscrições são feitas através de preenchimento eletrônico do Formulário de Inscrição, no endereço eletrônico: http://www.ifpb.edu.br/ingresso/processoseletivo. A taxa de inscrição é de R$ 50,00 para o Técnico Integrado e R$ 40,00 para o Técnico Subsequente que será paga através de boleto bancário impresso, preferencialmente no Banco do Brasil. 

Os candidatos poderão protocolar solicitação de isenção da taxa de inscrição para o processo seletivo 2012, no período de 12 a 23 de setembro, nos campi para o quais se inscreveu. 

Terão direito a isenção os candidatos que atenderem através de documento comprobatório, a um dos seguintes itens: Estudantes provenientes do ensino público ou de escolas particulares como bolsista integral, ser participante do Programa de Bolsa Família e estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), ser participante de renda familiar mensal (bruta) igual ou inferior a R$ 1.395,00. 

Fonte: Blog do totinha

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

NUNCA É TARDE PARA ESTUDAR!

Faz muito tempo que você abandonou a escola? Ou nunca esteve numa sala de aula? Para inúmeros brasileiros, ter de optar entre o trabalho e o ensino é um dilema; na hora da escolha, o primeiro vence. E a falta de instrução pesa na hora de conquistar novas posições no mercado de trabalho. Essa é, infelizmente, é uma realidade do país. Segundo o IBGE, o Brasil tinha cerca de 14,2 milhões de analfabetos com mais de 15 anos em 2008. , retomar os estudos após tanto tempo longe da sala de aula não é tarefa fácil.

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade que atende essa parcela da população que não concluiu os estudos nos níveis de Ensino Fundamental e Médio. A EJA oferece cursos presenciais e semipresenciais nas escolas estaduais de ensino supletivo do Rio bem como em escolas particulares. Cada série do curso tem a duração de seis meses.

A Secretaria de Estado de Educação do Rio (SEEDUC) acredita que a eficácia desse modelo se deve ao fato de que ele dá acesso a novos postos de trabalho e à ascensão a cargos mais elevados; quanto maior o nível de escolarização, maior a empregabilidade. Para Rachel Larrubia, 25 anos, que cursa faculdade de turismo, isso faz com que o aluno não desista da escola. "Minha experiência foi ótima. Consegui terminar o segundo grau e dei continuidade à vida acadêmica. Recomendo a quem deseja se formar!", revela.

Para fazer o supletivo basta ter mais de 15 anos. O certificado de conclusão é reconhecido pelo MEC. Hoje, o SEEDUC atende 88.801 alunos no Ensino Fundamental e 87.509 no Ensino Médio. No curso semipresencial são beneficiados 110.400 alunos no Rio. Mais informações pelo telefone (21) 2333-0706 ou pelo site www.educacao.rj.gov.br. Cada estado possui sua Secretaria de Educação, que poderá informar sobre o EJA mais perto de você. Não perca essa chance!

Texto: Bruno Dias

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

2º INVASÃO DO PROJETO CULTURA NA PRAÇA

Em sua segunda invasão, o projeto Cultura na Praça chegou surpreendendo os moradores da Praça da Rua Frei Damião. A Filarmônica 11 de Dezembro saiu em arrastão na Rua Juvenal Lamartine até o espaço do evento.


O projeto contou com as participações do Grupo de Teatro Sertão Vivo, da Filarmônica 11 de Dezembro e dos artistas Jairo Dantas e Wagner Cortez.

O grupo de Teatro Sertão Vivo apresentou uma peça de conscientização ao combate do mosquito da Dengue “Zé combate e prevenção contra o mosquito vilão” e a filarmônica com o seu belo repertório dos compositores Carnaubenses.

O Cultura na Praça é um projeto sem fins lucrativo e os idealizadores querem oferecer as oportunidades aos artistas Carnaubenses de mostrarem seus potências. Até a próxima invasão.


Fonte: ASSOEECA

terça-feira, 23 de agosto de 2011

NOVAS UNIDADES DE IFRN DEVEM SER LICITADAS ATÉ DEZEMBRO

O reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Belchior de Oliveira Rocha, afirmou nesta segunda-feira (22) que as licitações das novas unidades do Instituto em Ceará-Mirim, Canguaretama e São Paulo do Potengi devem ser concluídas até dezembro.

Ele se reuniu com os prefeitos das três cidades, Antônio Peixoto (Ceará-Mirim), José Azevedo Lopes (São Paulo do Potengi), Wellinson Dantas (Canguaretama), a superintendente do Patrimônio da União no Rio Grande do Norte, Yêda Pereira e a deputada federal Fátima Bezerra na reitoria do IFRN para discutir a cessão dos terrenos onde funcionarão os campi.

“A questão dos terrenos está tranquila. Nós já definimos as áreas de Ceará-Mirim e Canguaretama. Vamos visitá-las amanhã e depois para escolher o local. Em São Paulo do Potengi nós vamos pegar um terreno que era da União e foi cedido ao município”, explicou Yêda Pereira.

Fonte : Blog do Robson Pires

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O QUE É MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO?

Uma sociedade se torna uma nação quando é capaz de responder aos desafios postos pela história. No caso da educação, uma das grandes tarefas da democracia é fazer desse serviço um bem público, entendendo-se que, somente quando for oferecida com a mesma qualidade em qualquer escola do País será possível dizer que nessa sociedade existe educação pública.

Quando a sociedade incorporar a educação como valor social e se mobilizar para que todos e cada um dos brasileiros tenham educação de qualidade será possível responder a esses desafios. Essa é a razão para o chamado feito pelo Ministério da Educação aos diversos segmentos sociais para que participem do esforço pela implementação do PDE em prol da melhoria da educação brasileira.

Foco da Mobilização
•  Famílias: pais, mães e responsáveis por alunos das escolas públicas da educação básica crianças
•  Conselhos Escolares
•  Escolas:diretores, professores, coordenadores, demais profissionais)

Prioridades para a mobilização
•  Comunidades no entorno de escolas com os mais baixos IDEB
• Municípios considerados prioritários pelos seu baixo IDEB e periferias das capitais e grandes cidades;

Lógica da Mobilização
•   Atividades: resultados da leitura das diretrizes do Plano de Metas do PDE
•   Atores-chave: lideranças dos diversos segmentos sociais e voluntários (mobilizadores)
•   Público a ser mobilizado:
-  famílias e comunidade
-  escolas e conselhos escolares
-  órgãos de controle e proteção à criança e ao   adolescente

logica_nova
Estratégia da Mobilização
•    Abertura de novas frentes
•    Capacitação de mobilizadores em oficinas e definição de Planos de Ação
•    Capacitação de Multiplicadores     para formação de novos mobilizadores locais
•    Lançamentos do Plano de Mobilização
•    Criação de Comitês de Mobilização
•    Monitoramento das ações planejadas
•    Divulgação e disseminação das ações realizadas
•    Formação da rede de mobilizadores

Instrumentos da Mobilização
•    Plano de Mobilização
•    Manual
•    Oficinas
•    Cartilhas, panfletos e cartazes
•    Indicadores de monitoramento das atividades

Fonte: Ministério da Educação

domingo, 14 de agosto de 2011

A DEP: FÁTIMA BEZERRA RECEBE PROJETOS CARNAUBENSES

Na tarde de sábado (13) na cidade do Acari o presidente do PT de Carnaúba dos Dantas Martinho Bernardo da Silva e o músico Fabiano Pacômio que estava representando as associações ASSOEECA (Associação dos Estudantes e Ex-Alunos Carnaubenses) e a AMCOD (Associação Musical e Cultural Onze de Dezembro). O mesmo entregou projetos a Deputada Fátima Bezerra.

Na ocasião o músico apresentou projetos de grande importância para educação carnaubense, projetos esses que já vem sendo realizados nessas entidades.  Projetos Ecológicos, de incentivo a Literatura e Projetos Culturais. Todos os projetos idealizados pelos os universitários que estão percebendo a importância de juntos colaborarem para o desenvolvimento de nossa cidade.

A Deputada recebeu os projetos e prometeu da uma atenção especial a essas iniciativas e parabenizou as associações por tarem trabalhando em parcerias e por se  preocuparem com o futuro dos cidadãos Carnaubenses.

Fonte: ASSOEECA

sábado, 13 de agosto de 2011

DESCUBRA POR QUE É IMPORTANTE PRESTAR O EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO COM A MÁXIMA DEDICAÇÃO E SERIEDADE


Apesar de nem todas as universidades terem aderido ao Enem como critério único de seleção, grande parte o utiliza ao menos como parte do processo seletivo. "E esse, por si só, já seria um bom motivo para prestar a prova com seriedade", afirma Heliton Ribeiro Tavares, diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Até a  mudança no exame, realizada em 2009, muitos estudantes faziam apenas a parte que lhes interessava do Enem para evitar o desgaste de mais umas provas de seleção. Se a redação não contava pontos para o ingresso na universidade almejada, por exemplo, era deixada em branco. Resultado: a nota do Enem não refletia os conhecimentos reais daquele aluno e, no seu conjunto, não poderia ser considerada um indicador de qualidade confiável do conteúdo do Ensino Médio nas escolas. Mas, desde de 2009, isso mudou. "Os estudantes têm de fazer a prova com muito mais seriedade", afirma o diretor do Inep. Levar sério o Enem é uma maneira de ter um indicador de qualidade confiável das escolas. Além disso, serve como autoavaliação para cada um dos alunos e pode ser um "simulador" do vestibular.

Isso se deve não só ao fato de o Enem agora ser o único critério de seleção de mais de 80 universidades públicas, através do Sistema de Seleção Unifica (Sisu) e de cerca de 500 faculdades particulares de todo o país, mas também, a uma série de outros motivos. É muito importante fazer a prova dando o máximo de si porque a nota do Enem constitui o mais importante indicador de qualidade do Ensino Médio brasileiro, tanto para escolas públicas como para as privadas.

Se você vai prestar o Enem, leia as dicas abaixo para entender por que ele é um exame tão importante. E saiba que, quando chegar a prova, é importante ter uma boa alimentação, dormir bastante e resolver as questões com tranquilidade. Vai ser bom para você, para a sua escola e para o Brasil.

Texto: Marina Azaredo


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

QUANTO MAIS OS PAIS PARTICIPAM DA VIDA ESCOLAR, MAIS OS JOVENS APRENDEM

O apoio dos pais e a manutenção de um bom ambiente familiar como extensão da escola são fatores indispensáveis para o desenvolvimento educacional das crianças. A família pode colaborar de várias maneiras: participando das reuniões da escola e verificando o caderno do estudante diariamente; conversando sobre o cotidiano da escola - o que foi ensinado naquele dia; que tipo de trabalhos foram feitos com os colegas - e impedindo que a criança falte às aulas.

Para Priscila Cruz, diretora-executiva do Movimento Todos pela Educalção, ações simples dos familiares na realidade educacional dos filhos podem fazer toda diferença. Ela indica o incentivo à comunicação por bilhetes em casa e que as crianças sejam motivadas a ler para os seus pais. "Não se pode entrar na lógica de como ajudar os filhos apenas nos estudos durante o período de provas. É preciso dizer como o pai pode ajudar na melhoria da alfabetização", diz. Vale lembrar que família pode -e deve-, sim, contribuir com as questões escolares, mas cabe à instituição de ensino a sistematização do conhecimento.

Veja a seguir como colaborar para que o seu filho se dê bem na escola a partir de dicas simples e práticas, baseadas em pesquisas e na experiência dos melhores profissionais da área no Brasil e no mundo.

Fonte:Educar para Crescer 

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

ALUNOS ENTENDEM MAIS DE COMPUTADOR E INTERNET DO QUE PROFESSORES, MOSTRA PESQUISA


64% dos docentes afirmam que seus alunos entendem mais as novas tecnologias

Alunos entendem mais de tecnologia e internet que professores. E quem acha isso são os próprios professores.

É o que mostra uma pesquisa feita pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) sobre o uso de tecnologias de informação e comunicação nas escolas. 64% dos docentes acreditam que, quando o assunto é computador, seus alunos estão mais bem informados.

A pesquisa entrevistou 1,5 mil professores e quase 5 mil alunos de 497 escolas para identificar os usos da internet na rotina do ensino público do país.

Na avaliação do diretor de Formulação de Conteúdos Pedagógicos do Ministério da Educação (MEC), Sérgio Gotti, é natural que os professores aprendam com seus alunos e colegas em função da velocidade com que as tecnologias evoluem atualmente.

"O professor precisa sempre estar procurando novas formas de atualização, até mesmo pela internet, mas principalmente com os seus alunos, com a nova geração. O aluno do século 21 está muito mais antenado nessa questão e, de uma certa forma, induz o professor a incorporar essas tecnologias", diz Gotti.

- Professores usam pouco novas tecnologias em sala de aula

- A serviço da educação: como smartphones, tablets e internet podem ser usados pelos alunos para estudar

Das escolas que participaram da pesquisa, 81% têm laboratório de informática, mas 14% não contam com conexão à rede. Apenas 4% das salas de aula têm computador.

Para diretores, coordenadores e professores, há problemas de infraestrutura que impedem que o uso de tecnologias na sala de aula seja mais efetivo, como falta de computadores e conexão de internet lenta.

Fonte: Guia do Estudante

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

ASSOEECA PARABENIZAR OS PROFESSORES DA REDE PUBLICA DO MUNICÍPIO DE CARNAÚBA DOS DANTAS

Alaide Neta – 01 de agosto – Escola Francisca Neusa Dantas
Expedita Dantas – 01 de agosto – Escola Clívia Marinho Lopes
Missilene – 02 de agosto – Escola Francisca Neusa Dantas
Lidiane – 12 de agosto – Escola Francisco Macedo Dantas
Maria das Vitória – 15 de agosto – Escola Instituto Municipal João Cândido Filho
Raimundo Nonato – 18 de agosto – Escola Clívia Marinho Lopes
Marcia Dantas – 22 de agosto –Escola Instituto Municipal João Cândido Filho
Maria do Socorro – 22 de agosto – Escola Instituto Municipal João Cândido Filho

Daguia – 25 de agosto – Francisca Neusa Dantas
Vânia Meire – Clívia Marinho Lopes.

Essa é uma pequena homenagem aos nossos queridos educadores da rede publica.

Fonte: ALDA ALVES (COORDENADORA DE EVENTOS DO MUNICÍPIO)

sábado, 6 de agosto de 2011

Em busca do selo UNICEF

No dia 29/07/2011 na secretaria de educação, os multiplicadores, juntamente com o GT (grupo de trabalho).

ESPORTE E CIDADANIA.

Multiplicadora-Alda Alves
GT. Grupo de trabalho
Delriene Oliveira (PETI)
Rivonaldo (minha Rosa) (esportista)
Bernadete (jogadora feminina de futsal)

CULTURA E IDENTIDADE

Multiplicador (Wagner-Coordenador do Peti)
GT- Grupo de trabalho
Jairo (Peti)
Fabiano Pacômio (ASSOEECA)
CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO
Multiplicador- Valter José Dantas
GT-Grupo de Trabalho
Josefa Júlia-Coordenadora pedagógica
Rosilene Gameleira – Professora do ensino fundamental menor.

TEMAS ABORDADOS

.Qual o objetivo do Selo UNICEF em um município
.Qual o papel de cada um nesse trabalho voluntário.

.EIXOS

. Impacto Social
. Gestão políticas públicas
. Participação Social.

CINCO PRINCIPIOS PARA AÇÃO 

.Inclusão de todos;
.Construção coletiva;
.Respeito á adversidade;
.Autonomia garantida;
.Educação Integral.

Fonte: Ana Ligia 

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Dia Nacional da saúde


“Saúde não é apenas a ausência de doenças, mas o bem-estar físico, mental e social”. Definição da Organização Mundial de Saúde (OMS).

5 de agosto é o Dia Nacional da Saúde, essa data foi escolhida em homenagem ao médico sanitarista Oswaldo Cruz, que nasceu em 5 de agosto de 1872 e foi pioneiro no estudo de moléstias tropicais e da medicina experimental no Brasil.
Devemos cuidar da nossa saúde todos os dias como quem cuida de um tesouro precioso. Realizar uma avaliação médica periodicamente, evitar o fumo e o álcool, ter cuidados com a auto-medicação, manter as dosagens de colesterol, triglicerídeos, glicose e outros em níveis normais, manter uma boa alimentação, ingerir bastante água, ter o hábito de praticar exercícios físicos, ter um bom repouso, aproveitar algumas horas de lazer e manter a higiene pessoal  são elementos muito importantes para uma vida saudável.

Permanecer saudável é um ato de amor próprio, pois os benefícios são inúmeros. Pense nisso não apenas hoje mais sim todos os dias.


Fonte: Portal São Francisco




quinta-feira, 4 de agosto de 2011

ENTENDA QUAIS SÃO AS FUNÇÕES E OBRIGAÇÕES DOS GESTORES DE MARKETING


O que faz um gestor de marketing?

Editado por Priscila Zuin

Respondido por Daniela Khauaja, especialista em marketing
O que faz um gestor de marketing no dia-a-dia? Essa é a dúvida de muitos empresários que não sabem se devem contratar alguém para gerenciar o marketing e o que exatamente essa pessoa deve fazer depois de entrar para a folha de pagamento.

Se o objetivo do marketing é a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, é preciso conhecer esses clientes para poder cumprir o objetivo. Portanto, o gestor de marketing começa obtendo informações.

Quanto ao ambiente de marketing, o gestor deve analisar os fatores incontroláveis, que são as tendências da economia, da política e da demografia. Por exemplo, se a população está envelhecendo no Brasil, essa tendência demográfica gera uma série de oportunidades para a criação de novos produtos para a terceira idade.

Além disso, o gestor de marketing deve ficar atento aos avanços tecnológicos, às mudanças culturais e ao ambiente ecológico ou natural, que também podem causar forte impacto no mercado em que atua e na sua própria empresa.

Além do ambiente externo, o gestor de marketing deve analisar o mercado no qual está inserido, levando em conta os fornecedores, concorrentes, intermediários (varejistas, por exemplo) e clientes.

Com relação ao comportamento do consumidor potencial, o profissional deve conhecer os fatores que influenciam o processo de compra do consumidor. Após definir o segmento-alvo e o posicionamento, o gestor de marketing deve tomar decisões em relação às variáveis controláveis de marketing, ou seja, aquilo sobre o que ele pode interferir: os 4 “Ps” – produto, preço, promoção e praça (melhor traduzido por distribuição).

Daniela Khauaja é especialista em marketing pela Western International University de Lo
ndres.